Governo do Estado do Espírito Santo
10/07/2020 15h04 - Atualizado em 10/07/2020 15h15

Qual o significado da Pedra Fundamental da Defesa Civil Estadual

  Muitos devem estar se perguntando o que é uma pedra fundamental e o que ela significa para a Defesa Civil Estadual, vamos lá:

  Recordando uma citação de Antoine Lavoisier que diz “Na natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, inicia-se uma reflexão da importância das adaptações que ocorrem na vida, buscando um equilíbrio frente às transformações.

  Algumas vezes, essas transformações são associadas aos eventos extremos que causam os desastres e deixam marcas significativas na natureza e nas vidas de uma comunidade.

  Quando citam o poder destruidor dos fenômenos naturais, é importante lembrar que a Terra como um planeta, está em constante processo de reestruturação e este fenômeno ocorre há pelo menos 4,5 bilhões de anos. Contudo, recentemente as ações antrópicas estão modificando significativamente os territórios, influenciando o equilíbrio natural, podendo também provocar os desastres.

  Para amenizar os danos e prejuízos às comunidades, as atividades da Defesa Civil trabalham com cinco etapas: Prevenção, Mitigação, Preparação, Resposta e Reconstrução, buscando a melhor forma de garantir a segurança global da população face ao risco de desastre.

  Queda de blocos rochosos, inundações, erosão costeira, vendavais, estiagem, epidemia são alguns exemplos dos desastres mais significativos no Espírito Santo. Que este “Centro Estadual” constitua um lugar onde o gerenciamento dos desastres seja feito de forma eficaz e assim, assegure a proteção global dos 78 municípios do Estado.

  Lembrando da Lei da Conservação de Energia que estabelece que a “energia não pode ser criada nem destruída: a energia pode apenas ser transformada”, almejamos buscar a excelência nos procedimentos operados pela Defesa Civil e assim, possamos transformar as feridas causadas anteriormente pelos desastres, em sabedoria para criarmos um Espírito Santo Resiliente.

   Que esta rocha (Pedra Fundamental) nos traga a lembrança da dor sofrida pelas famílias que tiveram seus entes vitimados por desastres naturais em solo espírito-santense.

   Mas que seja também um marco do Governo do Estado do Espírito Santo na busca incessante em levar maior segurança a cada irmão capixaba e salientar que não descansaremos nessa árdua e importante tarefa de proteger.

   Em memória das vitímas do desatre ocorrido na localidade de Cachoerinha - zona rural de Alfredo Chaves - E.S. - Janeiro 2020.

Texto:

Cristiane Tinoco - Geóloga da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do Espírito Santo.

E-mail: defesacivil@bombeiros.es.gov.br

Facebook: @defesacivilES

Instagram: @defesacivilestadual.es

Informações à Imprensa

Sesp: 3636-9937 / 99862-4006

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard
Script LAI