Governo do Estado do Espírito Santo
11/03/2020 11h31

Defesa Civil Estadual participa da II Reunião de Avaliação do Monitor de Secas – Uso Efetivo para Tomada de Decisão. Realizado pela ANA, em parceria com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME)

No dia 04 de março de 2020, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC), órgão integrante do Corpo de Bombeiros Militar do Espírito Santo, participou da II Reunião de Avaliação do Monitor de Secas – Uso Efetivo para Tomada de Decisão. Realizado pela Agência Nacional de Águas (ANA), em parceria com a Fundação Cearense de Meteorologia e Recursos Hídricos (FUNCEME).

A reunião teve como objetivo compartilhar as experiências e perspectivas dos Estados integrantes do projeto em relação ao monitoramento e gestão de secas em seus territórios, a partir do uso efetivo do Monitor de Secas como ferramenta para a tomada de decisão e pactuar metas para 2020.

O Monitor de Secas é coordenado pela ANA desde 2017, com o apoio da FUNCEME, e desenvolvido conjuntamente com diversas instituições estaduais e federais ligadas às áreas de clima e recursos hídricos, que atuam na autoria e validação dos mapas. Por meio da ferramenta é possível comparar a evolução das secas nos 12 estados (Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Tocantins) a cada mês vencido. 

O projeto tem como principal produto o Mapa do Monitor, construído mensalmente a partir da colaboração dos estados integrantes do projeto e de uma rede de instituições parceiras que assumem diferentes papéis na rotina de sua elaboração. Esse e outros produtos do projeto podem ser acessados em www.monitordesecas.ana.gov.br e pelo aplicativo Monitor de Secas, disponível para dispositivos móveis com sistemas Android e iOS. O mapa também pode ser acessado no sítio do Alerta! Espírito Santo (www.alerta.es.gov.br).

Em operação desde 2014, o Monitor de Secas iniciou suas atividades pelo Nordeste, historicamente a região mais afetada por este tipo de fenômeno climático. No fim de 2018, com a metodologia já consolidada e entendendo que todas as regiões do País são afetadas em maior ou menor grau por secas, foi iniciada a expansão da ferramenta para a inclusão de estados de outras regiões. Em novembro de 2018 e em junho de 2019, Minas Gerais e Espírito Santo foram incorporados. Em janeiro de 2020, foi a vez de Tocantins entrar no Mapa do Monitor. 

O Monitor de Secas foi concebido com base no modelo de acompanhamento de secas dos Estados Unidos e do México. O cronograma de atividades inclui as fases de coleta de dados, cálculo dos indicadores de seca, traçado dos rascunhos do mapa pela equipe de autoria, validação dos estados envolvidos e divulgação do mapa final. A metodologia utilizada no processo faz com que o mapa do Monitor indique uma seca relativa, ou seja, as categorias de seca em uma determinada área são estabelecidas em relação ao próprio histórico da região.

A professora do Instituto Federal de Sergipe (IFS) Tatiana Máximo e o coordenador de Meteorologia do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (INCAPER), Hugo Ely, tiveram espaço para falar sobre o uso efetivo do Monitor de Secas respectivamente em Sergipe e no Espírito Santo. Ao término da reunião, os participantes dos órgãos estaduais puderam compartilhar suas perspectivas em termos de avanços, dificuldades, demandas e expectativas no contexto do Monitor. 

Participaram do encontro cerca de 50 especialistas de diversas instituições, como: Agência Executiva de Gestão das Águas (AESA/PB), Agência Estadual de Recursos Hídricos (AGERH/ES), ANA, Agência Pernambucana de Águas e Clima (APAC), CENAD, Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (CPTEC), Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas do Estado de Goiás (CIMEHGO), Defesa Civil do Espírito Santo, Empresa de Pesquisa Agropecuária (EMPARN) e FUNCEME; Vale ressaltar que a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil do espirito Santo era a única estadual presente.

 

 

Texto:

Erika Ayme Rocha Frota

 

E-mail: defesacivil@bombeiros.es.gov.br

Facebook: @defesacivilES

Instagram: @defesacivilestadual.es

 

Informações à Imprensa

Sesp: 3636-9937 / 99862-4006

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard
Script LAI