Governo do Estado do Espírito Santo
26/01/2020 16h43 - Atualizado em 26/01/2020 16h48

Após Nota Oficial da Defesa Civil Estadual, municípios do Norte planejam ações sobre a cheia do Rio Doce

Gabinete de Gerenciamento de Crise em Colatina - ES

Na noite do ultimo sábado, 25, a Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil emitiu uma nota de alerta para os municípios situados às margens do Rio Doce.

Em atendimento alerta, a Prefeitura de Colatina reuniu o Gabinete de Gerenciamento de Crise para definir responsabilidades e planejar a tomada de decisões quando à inundação iminente e ao planejamento alternativo da captação de água para abastecimento à população devido à elevação da turbidez do Doce.

A Regional de Proteção e Defesa Civil de Linhares informou que as ações para minimizar o impacto já estão sendo tomadas, e incluem a instalação do Sistema de Comando de Operações (SCO) com a participação da Prefeitura Municipal e com o CBMES, o fechamento do Rio Pequeno, e uma reunião com o Grupo de Trabalho no município está programada para a próxima segunda – feira, 27, para refinar o planejamento.

Saiba mais:

A Nota Oficial da CEPDEC teve por objetivo antecipar a tomada de decisões de forma preventiva nos Municípios banhados pelo Rio Doce, devido ao grande volume pluviométrico precipitado a montante da bacia, no Estado de Minas Gerais.

O monitoramento é realizado em vários pontos do Rio Doce, e para a estimativa de tempo para que as cheias atinjam o Espírito Santo, tem-se como referência o Município de Governador Valadares – MG. A cota de inundação nesse Município ocorreu por volta das 04h da manhã deste domingo, deste então, estima-se que dentro de 20h o volume de água atinja o Município de Baixo Guandu - ES, em 30h o Município de Colatina, e em 42h Linhares.

A recomendação da Defesa Civil Estadual é para que os municípios alertem a população e retirem moradores residentes em áreas com risco de inundações, e ainda, recomenda o planejamento quanto ao abastecimento de água potável em função do aumento da turbidez no Rio que poderá comprometer o sistema de captação dessa bacia.

2015 / Desenvolvido pelo PRODEST utilizando o software livre Orchard